Clube dos Oficiais da PMPR

Notícias

 ALMOÇO VELHA GUARDA

   O Clube dos Oficiais, em conjunto com a tradicional Velha Guarda, através do Cel Janary, recepcionaram a Candidata ao Governo do Estado, Gleisi Hoffmann no tradicional almoço.

   Após a chegada da candidata, foi servido o almoço e na seqüência a Senadora Gleisi Hoffmann usou da palavra para suas considerações sobre a campanha. Em seguida a palavra foi aberta aos presentes. O Cel Fuquim, Presidente da Amai, abordou o tema das guardas municipais e da desmilitarização, questionando a candidata. Após, suas explicações, o Cel Sá Ribas, também fez uso da palavra, para agradecer a presença dela, expondo a todos que a Polícia Militar sempre foi e sempre será uma instituição que recepciona a todos de uma maneira cortez, abrindo espaço para que todos os interessados possam expor suas opiniões.

   Finalizando a visita da Senadora o Cel Janary agradeceu a sua presença, bem como aos demais participantes.

IMG_4173 IMG_4171 IMG_4169 IMG_4161 IMG_4158

 

 

 

 

 

 

 

PALESTRA SOBRE O FASPM

O Clube dos Oficiais realizou neste dia 06 ago, no salão de festas, uma palestra sobre o Fundo de Assistência à Saúde da Polícia Militar. A palestra foi ministrada pelo Cel QOPM Maurício Tortato, Chefe do Estado Maior da Corporação e responsável pelos destinos do Sistema de Saúde da PMPR e do HPM. Acompanhou o Cel Tortato, sua equipe composta pelos seguintes Oficiais: TenCel Méd Mauro – Diretor Clínico do HPM, TenCel Zanatta e Maj Genero. Convidados que foram, compareceram mais de cem Oficiais e praças, da ativa e reserva. Durante quarenta minutos o Cel Tortato, Chefe do EM explanou todas as situações envolvendo o fundo. Outros Oficiais da ativa compareceram ao evento – Cel Simiano Cmt do CB, Cel Dabul da INEP, Cel Moro, que responde pela Diretoria de Saúde, Cel RR Semmer, Presidente da AVM, Cel RR Paulo Virgílio Guimarães, um dos oficiais mais antigos da Corporação, entre outros. Durante a exposição, várias situações foram apresentadas e as prováveis soluções que estão sendo estudadas para que possamos reerguer nosso sistema de saúde. Ventilou-se a necessidade de trabalhamos em prol da saúde do PM, através de programas de prevenção da saúde nas OPMs e OBMs, evitando-se internamentos, cirurgias, melhorando a qualidade de vida de todos os integrantes da PMPR. Após a palestra, do Cel Tortato, diversos Oficiais fizeram perguntas, nos mais diversos casos envolvendo as dificuldades existentes, sendo todas respondidas pelo palestrante. Ao final, houve o almoço da Velha Guarda, onde participaram mais de 70 Oficiais.

A Diretoria do Clube agradece a presença de todos, informando que estará sempre trabalhando para esclarecer, informar e obter sugestões de todos, para que o Clube possa crescer e representá-lo da melhor forma possível.

IMG_0964IMG_0966

IMG_0969

FESTA JULINA 2014

   Nossa festa realizada no dia 19 jul, foi um sucesso. Inúmeras pessoas compareceram, abrilhantando o evento, participando das brincadeiras, do bingo, além de saborear  comidas típicas. Nosso agradecimento a todos os funcionários, amigos e aos organizadores do evento. Nosso Clube recebeu diversas manifestações pela festa, parabenizando toda a Diretoria do COPMPR.

IMG_3730 IMG_3741 IMG_3743 IMG_3744 IMG_3747 IMG_3752

 

IMG_3753

IMG_3758

REUNIÃO PMPR

O Clube dos oficiais da PMPR participou de uma reunião com todos os Cmt de CPRM, OPM e OBM, além do Cmdo Geral da PM durante a manhã do dia 09 jul, onde foram tratados diversos assuntos relacionados à corporação.

Durante o evento pudemos conversar com inúmeros Cmts, expondo a situação do nosso clube e das previsões que a Diretoria tem, até o final da gestão.

Com a participação do Presidente TC Vendrametto e do Cel Nery, nosso vice-presidente, utilizamos de um espaço após a reunião dos Cmt, onde foram detalhadas as melhorias realizadas até aqui pelo clube, iniciando pelo ginásio de esportes, churrasqueiras, salão de festas, centro de estética, pilates, escolinha de futsal, dentre outras.

O principal ponto colocado aos Oficiais foi a necessidade de novos sócios, para que possamos ainda mais, representá-los perante os diversos escalões de governo.

Após a nossa exposição, vários Oficiais se manifestaram, dando sugestões, tanto para a parte social esportiva e principalmente a representatividade.

Contamos com a participação do Governador Beto Bicha, Secretário da Segurança Públíca Leon, Cel Castilho, Dep. Franchischini, Dep. Lupion e Silvesri, Cel Kogut, Cel Péricles e Cel Tortato. Durante o almoço o Cmt  Geral agradeceu a disponibilidade do Clube dos Oficiais, ressaltando a importância dos Oficiais se associarem ao seu clube.

Na sequência o Governador Beto Richa, fez uso da palavra enaltecendo o trabalho da Polícia Militar, exaltando inúmeros programas e ações desenvolvidas pela corporação, além da participação do Clube dos Oficiais da PMPR, local onde seu pai Governador José Richa por diversas vezes esteve ali, trabalhando e participando das diversas ações desenvolvidas pela PM, mas sempre em sintonia objetivando a melhoria da qualidade dos Oficiais da PMPR.

Contamos ainda com a participação do Presidente da AVM Cel  Semmer e do presidente da AMAI, Cel Furquim.

IMG_5796 IMG_5811 IMG_5818 IMG_5828 IMG_5836

O Clube dos Oficiais da Polícia Militar do Paraná, preocupado com os interesses dos Militares Estaduais, através do seu Departamento de Assuntos Institucionais, vem abordar o assunto da Desmilitarização, aguardando a sua opinião para que possamos continuar informando-o sobre a situação da PEC 51/2013.

OS PROPÓSITOS DA DESMILITARIZAÇÃO

Sob o argumento de uma maior visibilidade à população brasileira e da coleta de sua opinião, o Senado Federal promoveu, entre os dias 05 e 15 deste mês, a enquete sobre a desmilitarização das Polícias Militares.
Matéria controvertida e cerne da PEC 51/2013 de autoria do Senador Lindberg Farias do PT-RJ, cujo objetivo é a reformado modelo de segurança pública do país, de sua organização à competência, tem como principal bandeira a desmilitarização.
O autor defende um novo órgão de natureza civil,com uma polícia unificada e de ciclo completo, além de outras,com maior autonomia operacional na ponta, sob os olhares de uma controladoria externa, oriunda da sociedade, exercendo o papel de verdadeira corregedoria, com poderes, inclusive, de movimentar e de punir os policiais.
Em verdade a proposta revela o que vem sendo engendrado às ocultas a mais de uma década: a intenção de desconstitucionalizar a segurança pública, transferindo a gestão aos estados e municípios, tudo sob a ótica e diretriz de uma matriz nacional.
Com essa nova investida que visa à desconstrução do modelo atual no Estado, que compreende duas Corporações,pretende-se operar o milagre de solucionar o problema com uma ação mágica que as unifica, estabelecendo a nova divisão policial: estadual, metropolitana e regional (subordinadas ao Estado), além da municipal e sub municipal, todas, em princípio, dotadas do ciclo completo de polícia. Neste ponto, cabe ser ponderado: se as duas instituições acumulam um histórico de dificuldades orçamentárias, o que pensar de cinco ou mais polícias idealizadas?
Vislumbra-se, sem muito esforço, que, no modelo idealizado, haverá inúmeras dificuldades interinstitucionais devido aos múltiplos níveis de gestão (federal, estadual e municipal), diversidade de competências concorrentes,além das relativas à estética policial, o que por certo causará grande confusão e dificuldades para o destinatário da atividade policial: o cidadão.
Previsível também será a sonegação de informações, a prática de concorrência e de disputa de espaço na mídia movida pelas vaidades corporativas, além da elevada influência e dos desentendimentos próprios do ambiente político-partidário e ideológico que, indubitavelmente,constituir-se-ão em entraves para a operacionalidade, ensejando problemas diversos à população.
Fica evidente que o enfrentamento dos graves problemas sociais, que dês águam nesse cenário de incerteza em relação aos órgãos que compõem a estrutura de segurança pública, somente pela ótica reduzida e simplista da desmilitarização é verdadeiramente um engodo;é reduzir a capacidade do olhar crítico do profissional de segurança e do próprio cidadão diante da visível ausência de uma gestão pública abrangente, consistente e conseqüente para a solução das mazelas que repercutem na ordem pública.
Sabemos que, assim como não existe remédio para todos os males, a desmilitarização não é e não será a panacéia da segurança pública.
O caráter militar da polícia nunca foi empecilho para a sociedade. Ao contrário, amolda-se perfeitamente em qualquer circunstância do policiamento e representa, na sua essência, a forma de expressar e de identificar uma organização que prioriza o ensino, o aperfeiçoamento e que cultua valores e princípios alicerçados na disciplina e na hierarquia, não como instrumentos de prepotência, mas como forma peculiar de comunicação capaz de despertar o interesse, o respeito, a bondade, a cortesia e a consideração entre todos.
Por outro lado, embora perfeitamente adequado ainda que demasiadamente atrasado, seria promover-se enquete ou qualquer outra forma de mobilização da sociedade no sentido de serem pressionados os órgãos e autoridades competentes a regulamentar a Constituição Federal. Decorridos 26 anos, ainda há omissão legislativa, evidenciando a falta de vontade e coragem política, com sérios prejuízos à inteligência do artigo 144,§7º. Tal omissão compromete o sistema de segurança pública e as Corporações em suas competências, onerando a população como destinatária e a própria vontade do legislador constitucional na pretensão de garantir a eficiência das atividades dos órgãos de segurança.
Tal lacuna vem sendo preenchida, a duras penas, pelos pesados fardos e marcas carregadas e enfrentadas pelo policial militar em cada turno de serviço, que está frente-a-frente recebendo as críticas e as pressões sociais, ouvindo discussões e incompreensões na rua, assistindo as dores de vítimas,às vezes sem saber para onde recorrer ou encaminhar o problema (filas nos plantões policiais, cadeias lotadas, conselhos tutelares fechados, hospitais sem leitos para aquela emergência),tudo por ser ele o agente do estado e da lei mais visível e próximo do cidadão.
Sem abranger outras questões concorrentes nesse pesado e difícil quadro da segurança pública, das dificuldades operacionais e legislativas que passam os outros órgãos do sistema, do regime jurídico-penal vigente, das possibilidades da impunidade em face de tudo que se conhece,resta claro que a dimensão da discussão que se apresenta é muito mais profunda, constituindo-se assim a solução apregoada, uma simplista desmilitarização, em pueril e até risível providência somente para aquele que pouco ou nada conhece acerca das questões afetas à segurança pública no Brasil.
Narra a história que diante das tragédias que atingem os semelhantes as diferenças de opiniões se apaziguam pela instabilidade e pela dureza do fato maior. É, portanto, momento de serem deixadas as preocupações mais comezinhas do cotidiano, não que sejam irrelevantes, irmanando-nos todos contra essa desastrosa proposta que tenciona desviar os olhares da população sob a falsa perspectiva de uma solução milagrosa para a criminalidade e a violência.
Os efeitos desta suspeita PEC 51/13, caso venha a incorporar-se ao texto constitucional ,são incomensuráveis. Idealizam a desmilitarização, a desconstitucionalização, a unificação e, a reboque, um pacote de incertezas e de interrogações e que irão repercutir, em algum momento, nos direitos conquistados, em especial naqueles relativos a questão previdenciária – a nossa aposentadoria e que, em dado momento, atingirá a todos, seja daativa ou da reserva.
Outra conseqüência da famigerada PEC é a eliminação de nossa identidade e do nosso atual registro de nascimento, ensejando ainda a retirada do artigo 42 da Constituição Federal, conquista decorrente de uma grande batalha ocorrida em 1998.
Não menos trágico, ainda, para todo aquele que tem amor à Corporação, que exerceu ou ainda exerce com orgulho a sua profissão, é ver a sua história lentamente desaparecer, sem nada ficar daqueles que nos antecederam e nos legaram bons caminhos, com boas sementes para serem semeadas e colhidas no devido tempo.
A luta só está no começo .É, portanto,o momento de somarmos esforços e a determinação necessária para o enfrentamento e superação desta instabilidade. Podemos e devemos continuar semeando as boas sementes para os que estão pelo caminho e para aqueles que estão por vir.
A enquete, que a rigor objetivava a participação e o debate da sociedade, resultou em 98.648 acessos pela internet. Felizmente, 54% das manifestações foram contrárias à mudança do modelo, ou seja, entenderam que a investidura militar, sob os pilares da hierarquia e da disciplina, não é causa que compromete o modelo atual e muito menos, isoladamente,enseja ou agrava os problemas afetos à segurança pública. Tal resultado, embora motivo de satisfação, não deve se constituir, no entanto, em motivo de euforia ou para abaixar-se a guarda.
Nesse contexto e com o objetivo de reforçar as fileiras em defesa da nossa história, daqueles que estão construindo o presente e semeando o futuro, o Clube dos Oficiais da Polícia Militar vem dizer aos seus associados e a todos os milicianos que é totalmente contra a PEC 51/2013, e convida a todos para engrossar o grande coro para dizer:
SOMOS CONTRA A DESMILITARIZAÇÃO,
SOMOS CONTRA A DESCONSTITUCIONALIZAÇÃO,
A SEGURANÇA PÚBLICA PRECISA DEREGULAMENTAÇÃO.
AVANTE ONTEM, HOJE E SEMPRE AVANTE POLÍCIAMILITAR

Cel. PM RR Luiz Rodrigo Larson Carstens

PLANO DIRETOR – PERÍODO 2013-2016

Dentro do programa de trabalho elaborado, após assumirmos a Presidência do Clube, no final de 2012, após a renúncia do Cel Dirceu Ruben Hatschbach, formulamos nosso Plano Diretor.
A partir de dezembro de 2012, iniciamos a programação, e a seguir você poderá visualizar o que já executamos:

1. SALÃO DE FESTAS

– colocação de gesso no hall de entrada
– colocação de extintores de incêndio
– colocação de placas indicativas de saída de emergência
– colocação de porta de emergência
– mudança do piso do hall de entrada
– colocação de pias de granito e espelhos nos banheiros
-substituição das cortinas
-troca de piso da cozinha, bar e churrasqueira
-troca do forro da churrasqueira
-melhoria do acesso nos fundos do salão ( calçada)
– revestimento das paredes da churrasqueira
-colocação de luzes de emergência

2. GINÁSIO DE ESPORTES

– manutenção da quadra de esportes
– instalação de redes de proteção
-colocação de espumas para proteção dos postes ( fundos )
-instalação de placar eletrônico
-instalação de arquibancadas*
-colocação de extintores de incêndio
-colocação de placas de saída de emergência
– instalação de bebedouros
-aquisição de material esportivo para associados

3. SALÃO DE JOGOS
-pintura
-aquisição de cadeiras
-aquisição de uma televisão
-reforma das mesas de jogo
-instalação de ventiladores
-troca de calhas
-colocação de porta de vidro

4.PISCINAS

– aquisição de novas cadeiras
-placas indicativas
-aquecimento e cobertura da piscina grande*
-instalação de novas escadas

5.CONSTRUÇÃO DE UMA QUADRA SINTÉTICA*

– utilização do gramado ao lado do ginásio de esportes*

6.MELHORIAS NO INTERIOR DO CLUBE

– lombadas na entrada
-placas indicativas
-melhoria na iluminação
-revestimento no estacionamento

7.AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTO PARA PILATES

– Studio de Pilates, pago e pronto para utilização

8.ADMINISTRATIVO

-aquisição de três notebooks
-aquisição de uma impressora
-controle mais eficiente nos contratos de aluguel das dependências do clube
-confecção de carteirinhas para associados
-contratação de novos funcionários
-novos sócios
-visita nas Unidades da PM

9.PARCERIAS

-professora para as aulas de pilates
-manicure
-esteticistas de beleza
-escolinha de futsal com o Coritiba Futebol Clube
-CETRAP- centro de treinamento de alta performance- equipe sub 17 Futsal

10.REFORMA DAS CHURRASQUEIRAS

– reforma estrutural
-aquisição de novos equipamentos
-construção de mesas e bancos

11.PAGAMENTO DA DÍVIDA JUNTO AO SR FERNANDO MELO

– relativo à aquisição dos utensílios e equipamentos para restaurantes

12.TERRENOS EM ALMIRANTE TAMANDARÉ

– objetivo é a venda dos terrenos para realizarmos mais melhorias no Clube.
Obs: estamos investindo com verbas das mensalidades e aluguéis dos espaços do clube.

Reunião com o Governador Beto Richa

  O Clube dos Oficiais participou em data de ontem ( 10 abr), com o seu Presidente TC Sergio Renor Vendrametto e o Vice-Presidente Cel Ariovaldo Alves Nery Junior, no Palácio Iguaçu de uma reunião com o Governador, Secretários de Segurança, Administração, Casa Militar, além de representantes das entidades ligadas a PMPR.

   Na oportunidade foram tratados de assuntos referentes a subsídio, paridade entre ativos e inativos, condições de trabalho e saúde. Na oportunidade o Governador recebeu muito bem as representantes das entidades, onde ouviu os pedidos, demonstrando uma vontade em solucionar as pendências apresentadas na reunião, esperamos que em muito em breve ele possa dar as respostas esperadas.

Durante a reunião, vários representantes usaram da palavra, demonstrando as preocupações e apontando soluções.  Bem, vamos continuar participando, cobrando e informando ao associado todas as ações que estão sendo desenvolvidas pelo nosso Clube.

A seguir a pauta apresentada ao Governador e Secretários.

Paridade Policial Militar e Polícia Civil

Pagamento imediato das Progressões e Gratificações

Paridade Ativos e inativos

Condições de Trabalhos

-Carga Horaria

-Vale Alimentação

-Uniforme

Saúde

-Modelo de Gestão transparente e democrático.

-Financiamento de Saúde igualitário entre o servidor civil e o militar.

ATA Nº 464

Aos oito dias do mês de abril do ano de dois mil e quatorze, na sede social do Clube dos Oficiais da PMPR, reuniu-se em sessão ordinária a Diretoria do Clube e os Conselhos Deliberativos e Fiscais, para tratarem dos assuntos conforme a pauta apresentada pelo Presidente.
– ficou definido  junto a diretoria do Clube, que o débito junto ao Sr Fernando Melo, no valor de R$ 16.000,00 ( dezesseis mil reais) referente a juros oriundo da aquisição dos materiais e utensílios domésticos, e conforme decidido na reunião anterior, onde o clube propôs o pagamento de R$ 8.000,00 ( oito mil reais) para quitação do débito, não foi aceito por ele, então ajustou-se que será efetuado o pagamento de 10 ( dez) parcelas no valor de R$ 1.600,00 ( hum mil e seiscentos reais) sem juros, a partir de abril de 2014.
– A conta aberta ao SICOOB, já está em andamento onde será mantida por um período, onde faremos uma experiência.
– O Cel Nery informou aos presentes que iremos orçar a reforma das churrasqueiras, e que em breve daremos início.
– Outros assuntos abordados: confecção das carteirinhas de sócios, planilha do aluguel do salão de festas, abertura do torneio de tranca para associados, instalação de uma porta de emergência no salão de festas, a manutenção do Clube junto a FENEME e AMEBRASIL como associados.
– Na seqüência os presentes foram informados sobre os Terrenos de Almirante Tamandaré. Inicialmente realizar um levantamento dos documentos, visitação ao local, instalação de uma Comissão, e no caso da venda do terreno iremos formalizar um novo Plano.
– Foi apresentado ao TC Valente, Presidente do Conselho Deliberativo e aos demais presentes um plano de aplicação das necessidades do clube à partir de 2012 e as necessidades futuras.
– O Presidente do Clube também informou aos presentes que participou de uma reunião sobre o FASPM e que a situação não está boa, mas acredita que será resolvida pela comissão que está trabalhando junto ao HPM.
– Outra presença do clube será na 4ª feira, dia 09 abr 14, junto com a AVM e AMAI, para elaboração de uma pauta para apresentação junto ao Governador do Estado no dia 10 abr 14. Nesta pauta alguns assuntos verificados foi o ingresso na ESO com curso superior ( direito e engenharia), paridade de salários, FASPM entre outros.
– Finalizando a reunião o Maj Romero, Diretor Social informou todos os detalhes do Baile do Dia das Mães, que será realizado no dia 09 mai 2014, a partir das 20:00 horas. E que poderá ser instalado um espaço para o atendimento de crianças, durante a realização do evento.

E como nada mais foi tratado, deu-se por encerrada a presente sessão que foi por mim, Cap QOPM ALFREDO EUCLIDES DIAS NETO , secretario designado para a reunião.

Sergio Renor Vendrametto TC RR         Alfredo Euclides Dias neto, Cap QOPM
Presidente                                                                        Secretario designado

IMG_0333

Exposição do FASPM

 

O Presidente e Vice Presidente do COPMPR, TC Vendrametto e Cel Nery, durante a semana participaram de eventos, em conjunto com AMAI e AVM de reuniões visando os interesses da classe PM.
No dia 08 abr, houve uma exposição da situação do FASPM, na sede da Amai, onde o Cel Tortato, Chefe do EM, TC Zanata e Maj Genero, colocaram a situação atual do HPM. Infelizmente a situação não é boa. Enumeraram várias situações herdadas de comando anteriores, mas pelo que apresentaram, ficamos esperançosos que haverá mudança, melhor, várias mudanças, e para melhor.
O Clube dos Oficiais se colocou a disposição para auxiliar naquilo que for preciso.
Esperamos que a atual equipe, que está procurando sanar os problemas, obtenha sucesso na empreitada.
Na seqüência da semana, o Presidente do Clube, participou de uma nova reunião para ajustar a agenda das entidades para apresentar ao Governo do estado, e dentre os assuntos, paridade de salários, situação dos uniformes, carga horária de trabalho, entre outros.
No dia 10 abr, às 14:00 horas, o Governador do Estado, com os secretários da Segurança, Administração, Casa Civil e mais algumas pessoas, receberá os representantes das entidades.
O nosso clube será representado pelo seu presidente TC Sergio Renor Vendrametto e o Cel Ariovaldo Alves Nery Junior. Após a reunião informaremos maiores detalhes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *